Dicas para escolher o cor de tinta certa para pintar cada ambiente

Afinal, qual é a melhor cor para um ambiente em nossa casa ou local de trabalho?

Que cor não podemos ter em excesso numa decoração?

Qual ajudaria nos estudos e no trabalho?

Será que existe alguma cor para melhorar nosso relacionamento?

Qual a melhor cor para fachada nossa casa afinal?

Como escolher as cores e criar um esquema de decoração

Um esquema de cores, para decorar uma sala com grande sucesso, pode ocorrer-lhe num momento de inspiração. Mas não conte só com isso. Terá mais hipótese de êxito se seguir as seguintes regras:

  • Tome por base a decoração existente
  • É provável que já tenha mobília, carpetes e cortinados. Neste caso tenha em conta a cor predominante da decoração existente.

Considere a geometria da sala

Os seus limites são a forma e as dimensões da sala que pretende decorar. No entanto, os compartimentos podem tornar-se aparentemente mais largos ou aconchegantes, quentes ou frios, claros ou escuros, conforme as cores com que forem pintados. Cores fortes e quentes como o laranja fazem “avançar” as paredes, parecendo que se aproximam. Por outro lado, cores claras e frias como os azuis e os verdes fazem parecer que as paredes “recuam” criando a sensação de mais espaço. Pondo em prática estes princípios, deverá pintar as paredes do fundo, de um quarto estreito ou de um corredor numa cor quente de modo a que o compartimento se torne aparentemente menor, e usar uma cor clara para afastar as paredes laterais e dar a sensação de maior largura.

Não se esqueça do efeito luz

Ao escolher a cor de uma tinta deverá ter em conta a sua reacção a diferentes tipos de iluminação, pois qualquer alteração ao nível ou qualidade da iluminação de uma divisão da casa alterará a nossa percepção das cores usadas – uma cor escolhida à luz do dia pode parecer diferente quando está sob luz artificial. Isto também se aplica aos tecidos. Assim, se possível, deverá escolher as cores à luz artificial de sua casa. Sendo assim aconselhamos a fazer uma primeira experiência, pintando um pedaço grande de cartão que possa depois ser fixado em diferentes áreas da parede, de modo a expor a cor a intensidades distintas de luz. Tenha também em atenção o tipo de orientação da divisão da casa que pretende decorar, dado que espaços voltados a Norte, por serem mais sombrios, pedem cores quentes; da mesma forma, os espaços virados a Sul e, portanto, mais beneficiados com a luz do sol, podem ser compensados com tons frios.

Defina previamente o efeito geral que quer obter

Ao decorar cada compartimento de sua casa deverá considerar o fim a que este se destina e o ambiente que nele deseja criar. Por exemplo, o hall de entrada dita a primeira impressão que as visitas têm de sua casa. Aproveite para lhes proporcionar um ambiente acolhedor. Se a sua sala de estar for essencialmente um lugar de repouso, poderá optar por cores sóbrias mas, se preferir torná-la um local de entretenimento, poderá usar cores mais estimulantes. As cozinhas têm normalmente um ambiente quente que poderá ser atenuado usando superfícies brancas, combinadas com tons frescos. Ao contrário, as casas de banho parecem frias mas poderá dar-lhes um ambiente mais aconchegante usando tons quentes. Os quartos são compartimentos muito pessoais onde o gosto de quem os habita deve predominar. Lembramos-lhe, apenas, os benefícios que um ambiente repousante lhe trarão. Não se esqueça deles ao optar pela cor a aplicar. A casa é sua; cabe-lhe decidir o ambiente que quer criar.

  • Ambiente Tradicional – Para transmitir segurança, conforto, senso histórico e sentimento tradicionalista a um ambiente, utilize os verdes e as cores envelhecidas, como por exemplo, os tons em marrom-escuro. Ideais para bibliotecas, restaurantes, bancos e livrarias, podendo abusar das madeiras escuras.
  • Ambiente Profissional – Cinzas, vermelhos e preto compõem um ambiente profissional. As características adquiridas pela combinação dessas cores são as de receptividade, dinamismo e racionalidade, ideais para o ambiente de trabalho. As cores de aspecto profissional não são muito recomendáveis para quartos e banheiros.
  • Ambiente Elegante – Inteligência, calma, harmonia, luminosidade e graça. A elegância de um ambiente pode ser repassada através da aplicação dos tons pastéis puxados para os amarelos pálidos e beges. A utilização de acessórios dourados completam a ambientação elegante.
  • Ambiente Romântico – O rosa-pálido e os tons pastéis quentes com pincelada de vermelho são perfeitos para criar uma atmosfera romântica. O rosa é sensual, cativante e cria um clima confortável. Para decorar ambientes românticos, os acessórios são muito importantes: porcelanas, tapetes e retratos pintados à mão dão um toque especial.
  • Ambiente Rico – Um ambiente rico reflete conforto, harmonia e opulência. Tons de terra, como os de madeiras escuras e sementes são os mais adequados para reproduzir um ambiente rico. Acessórios e toques metálicos, como ouro e bronze, são os mais apropriados. Tapetes com cores fortes puxadas para o vermelho também são ideais para decorar o ambiente rico. Por sua força estimulante, a ambientação rica não é recomendável para quartos.
  • Ambiente Clássico – O poder do azul profundo é traduzido por conceitos como integridade, autoridade e dignidade, inspirando devoção a quem o observa. Os acessórios que devem ser utilizados numa ambientação clássica devem conter leves toques de dourado e tons quentes e envelhecidos, criando um clima diferenciado para interiores, além de transmitir respeito, estabilidade e responsabilidade.
  • Ambiente Mágico – A cor violeta é considerada como uma cor de encanto e fascínio, exercendo atração natural por seu simbolismo esotérico. Nobreza, elevação espiritual, sabedoria e intuição são características atribuídas a um ambiente mágico. Amarelos e laranjas harmonizam a composição, dando um toque de graciosidade e leveza.
  • Ambiente Calmo – O azul-claro é a essência da composição calma, pois ele influencia diretamente o organismo humano, baixando a pressão sangüínea e a velocidade da respiração. Perfeito para interiores que pedem quietude e são ambientes de descanso e relaxamento. A ambientação calma é perfeita para banheiros e quartos, podendo ser adicionado a esses ambientes toques de amarelo e laranja.
  • Ambiente Energético – As formas assimétricas e os tons de violeta são pura energia, principalmente quando são contrastados com amarelos. Essa combinação representa o espírito jovem e ativo, anticonvencional e antitradicionalista, ideal quando se quer dar a idéia de novidade e inovação.

Branco

É considerada uma cor neutra e muito usada. Pode ser aplicada em qualquer ambiente. Deve-se tomar muito cuidado quando o branco aparece em demasia num ambiente, pois representa o infinito, deixando uma pessoa, que passa muito tempo neste ambiente, uma sensação de infinito, frieza, vazio e hostilidade. Deve-se quebrar o branco com quadros e móveis bem coloridos.

Decoração:

A cor branca traz, para algumas pessoas, a sensação de paz, calma, tranquilidade e serenidade. Para outras, a sensação é de frieza, tristeza e impessoalidade. O branco é muito usado para dar uma sensação de amplitude em ambientes pequenos e apertados. O branco passa-nos também uma sensação de limpeza – até exagerada. O branco só é branco quando recebe uma luz intensa direta. Locais com a cor branca, trazem uma sensação de mais claridade.

Preto

Pode ser uma cor opressiva e depressiva, por este motivo, deve-se ter muito cuidado na sua aplicação, pois pode passar a sensação de angústia. Pode lembrar luto, perdas e tristezas. Em geral, é usado em pequenos detalhes na casa.

Decoração:

Muita atenção e cuidado com o uso desta cor. Ela deve ser usada em pequenos detalhes na decoração, principalmnte para termos um “efeito especial”, tanto dentro, como fora da casa. Ainda na área interna, é usado para fazer contrastes, principalmente com o branco. Muito usado no teto com pé direito muito alto para a dar sensação de rebaixo.

Verde

É uma cor neutra que representa o elemento madeira. Acalma o sistema nervoso e as pessoas agitadas. Também significa esperança e satisfação. Muito cuidado em usar a cor verde em locais onde predomina o vermelho, pois teremos um local muito quente – verde/madeira alimenta o vermelho/fogo. Deve-se usar nos banheiros para elevar a energia deste local. Para casas onde existem problemas de saúde, o verde é uma ótima cura.

Decoração:

É uma cor muito usada e sempre traz alegria e vida. No piso e detalhes, lembra a natureza. Não incide muita luz, mantendo a cor original. Em locais abertos, complementa madeira e jardins.

Lilás/Violeta

Traz tranqüilidade, sossego e calma. Estimula a espiritualidade e a meditação. Tem efeito purificador, tranforma as energias negativas em positivas. Óptimo para a saúde. Acalma o coração, a mente e os nervos. Nas casas, o melhor ambiente para uso são em locais de meditação e oração. Em excesso, pode trazer depressão e ansiedade.

Decoração:

Tons mais claros podem ser usados em todos os ambientes em pequenos detalhes. Se for uma cor monocromática, pode cansar. Evite ter locais com a predominância desta cor.

Laranja

Cor do intelecto e mental. Em doses pequenas, estimula os sentidos, a criatividade e a comunicação. Boa para áreas da casa que quer se estimular o diálogo, como sala de visitas, de jantar e cozinhas. Em excesso, pode provocar conversas demais, brincadeiras fora de hora e aumento do apetite.

Decoração:

Inconscientemente, lembra sabores agradáveis e nos remete à infância, à brincadeiras e aos doces. Em geral, é muito usado em cozinhas, pois abre e estimula o apetite. Pode ser usado na sala de jantar, em uma só parede, em tons bem suaves (cor pêssego). Em tons mais escuros, sugere estabilidade.

Vermelho

É uma cor que pode estimular as áreas de relacionamento afetivo, sucesso, auto-estima, fama e prosperidade. Deve ser usado com muito cuidado e em pequenas doses, pois é uma cor excitante e estimulante. No quarto de casal, ativa a sexualidade. Na sala ou cozinha estimula o apetite e a fala. Em excesso, provoca brigas, confusões e explosões de humor.

Decoração:

Todo cuidado é pouco na hora de se aplicar esta cor nos ambientes. É uma cor muito energética e vibrante, pode provocar excitação e nervosismo quando aparece em excesso. Em pequenas doses, traz aos ambientes um ar de glamour e ate exótico. Em demasia, pode ser vulgar.

Azul

É uma cor que tem um efeito calmante e tranqüilizante para as pessoas quando aplicado em um ambiente. Cuidado com o excesso de azul, pois irá provocar sono em excesso. Já, para quem é muito agitado, deve ser usado.

Decoração:

Pode ser aplicado em grandes áreas sem tornar-se cansativo, mas deve ser combinado com outras cores para evitar a monotonia e sono. Mais escuro, transmite autoridade e poder.

Amarelo

Outra cor que estimula o intelecto e ajuda muito nos estudos. É a cor da luz, por este motivo deve ser usado em ambientes escuros. Estimula a comunicação, o mental e abre o apetite. Em excesso, provoca muita conversa e pensamentos acelarados e confusos, provocando preocupação.

Decoração:

Nos ambientes, é muito usado para esquentar e iluminar áreas escuras e frias. Em pisos, provoca sensação de avanço. Em grandes áreas e superficies, pode incomodar por causa da incidência de luz.

melhor cor para quarto, melhores cores para sala, qual a melhor cor para pintar a sala, cores para ambientes, qual a melhor cor para quarto, estudo das cores em ambientes, cores e ambientes, cores de ambientes, cores nos ambientes, cores ambientes,

  • Magalhães Aline Silva

    EXELENTE…….